Seja bem vindo ao nosso site Rádio Educativa Vanguarda FM Uma rádio de Verdade a serviço do povo!

Saude
EDUCAÇÃO
ESPORTE
ANINCIE AQUI
SOCIEDADE
ANUCIE SITE

Portal de Notícias

Na ditadura, brasileiro ficava 2 anos na escola e 1/3 era analfabeto

Para se ter uma ideia, na década de 1960 os homens brasileiros estudavam, em média, 2,4 anos ao longo da vida.

Publicada em 08/10/18 às 18:50h - 166 visualizações Rádio Educativa Vanguarda FM

Link da Notícia:
Compartilhe
   

Na ditadura, brasileiro ficava 2 anos na escola e 1/3 era analfabeto

Na ditadura, brasileiro ficava 2 anos na escola e 1/3 era analfabeto

Os brasileiros passavam, em média, dois anos na escola nas décadas de 1960 e 1970 -quando mais de um terço da população com mais de 15 anos era completamente analfabeta no país. As informações são de um estudo do Inep-MEC chamado "estatísticas da educação básica no Brasil". É um dos raros compilados de dados educacionais nas décadas anteriores à Constituição de 1988.

Para se ter uma ideia, na década de 1960 os homens brasileiros estudavam, em média, 2,4 anos ao longo da vida. Já o tempo de escola das mulheres era ainda menor: 1,9 ano. Entre a população negra, a taxa de escolarização total caía para menos de um ano (0,9 ano de estudo). Nesse período, quase 46% da população era analfabeta, ou seja: tinha mais de 15 anos e não conseguia nem escrever o próprio nome.

A média de tempo na escola se manteve na faixa dos 2 anos também na década de 1970: 2,6 anos para os homens e 2,2 anos para as mulheres. Nesse período, 4 em cada 10 brasileiros ainda era analfabeto. A taxa de analfabetismo cai para um terço dos brasileiros (33%) na década de 1980.

Na prática, os dados mostram que a escola nessa época era para poucos: há os que conseguiam estudar e os que estavam excluídos do sistema -o que joga a média para baixo. Faz sentido: a ideia de "educação para todos" para o exercício da cidadania e para qualificação para o trabalho é um conceito da redemocratização. Surge na Constituição de 1988 como um direito de todos e um dever do Estado e da família.

A Constituição de 1988 define, por exemplo, que a educação básica seria obrigatória e gratuita dos 4 (quatro) aos 17 (dezessete) anos de idade "assegurada inclusive sua oferta gratuita para todos os que a ela não tiveram acesso na idade própria" (art. 208).

Hoje, o tempo de escolarização dos brasileiros subiu para 7 anos -ainda longe dos 12 anos que representariam ensino fundamental e médio completos. Todos os alunos do país estão matriculados no início da escola, mas, em média, 1 em cada 2 estudantes deixa a escola no caminho e não termina o ensino médio. Os analfabetos ainda representam cerca de 7% dos brasileiros.

Informações sobre escolarização nas décadas de 1960 e 1970 eram tiradas de levantamentos do IBGE, mas não há dados efetivamente sobre "qualidade" da educação nesse período. Os censos anuais da educação básica do Inep-MEC, por exemplo, que mostram aspectos estruturais das escolas, começaram a ser feitos na década de 1990. Por esses dados, é possível saber que, ainda hoje, há escolas no Brasil sem banheiro e que só 10% das instituições de educação básica no Brasil contam com laboratório de ciências. Já o Ideb (Índice da Educação Básica), calculado a partir das notas dos alunos e do fluxo, tem pouco mais de uma década.

Entre especialistas, no entanto, o acesso à educação é o primeiro ponto a ser analisado nas políticas públicas na área. "Não dá para se falar em qualidade sem falar em acesso à educação", diz Luiz Cláudio Costa, ex-presidente do Inep-MEC e um dos principais experts em avaliação de educação do país. Costa costuma repetir que acesso é o "primeiro indicador de qualidade de educação". "Um sistema de educação não será bom enquanto houver estudante de fora dele."

Fonte: Sabine Righetti - Folhapress e Portal o Dia




ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








WhatsApp 86994738001
Locutores
Júnior Sampaio
RAKIANA GOMES
RJ FILHO
Dj Naldo (Compadre)
CAMARA DE UNIÃO
CÃMARA DE MIGUEL ALVES
POVINO CARDOSO
SALVADOR OLIVEIRA
A VOZ DO BRASIL
PROSA RURAL
FCO SAMPAIO, NAYANE ,JLIMA ,TOINHO DO AROCHA E EDIVALDO
DANIEL CARDOSO
HORA DA AVE MARIA
REGINALDO CONCEIÇÃO
ALDO MELO
SANTA MISSA EM SUA CASA
SONS DA VANGUARDA
No Ar
Hora Certa

VIDEOS SOBRE SAÚDE
Bate Papo

Digite seu NOME:

Notícias Atualizadas
Homem mata o próprio irmão com golpe de faca em Contenda após discussão em família; suspeito fugiu, diz PM
Motociclistas fazem protesto por regulamentação de transporte por app em Salvador
Trânsito perto da ponte de Porto Nacional terá esquema de pare e siga nesta terça-feira (31)
Mães de atletas de ônibus que caiu de ponte em MG vivem ansiedade de ter notícias a distância
Professor de futebol é denunciado por estupro de adolescente durante campeonato na Bahia; vítima pediu ajuda ao pai
Segunda fase de matrículas para a rede estadual de Sergipe é iniciada
Policial penal que invadiu festa onde estava ex-mulher e deu dois tiros no chão é preso no AC
Carro colide em poste após acidente de trânsito em Boa Vista
Idoso infarta e morre enquanto caminhava no Centro de Uberlândia
Peça sua Música

Pedir

text

text

text...

laura

oro verde

klb...

laura

oroverde

klb...

laura

oro verde

klb...

Francisco

União

alô ...

laura

oroverde

klb...

Estatísticas

Visitas: 1576909

Usuários Online: 9

Rádio Vanguarda Educativa FM - Rua 10 de Novembro S/N P- Centro Empresarial Maria Amélia do Rego Motta - centro - União-PI - Fone: (86) 3265-1144
Copyright (c) 2023 - Rádio Educativa Vanguarda FM - Todos os direitos reservados
Converse conosco pelo Whatsapp!
site, tv, videos, video, radio online, radio, radio ao vivo, radio matutos, internet radio, webradio, online radio, ao vivo, musica, shows, top 10, music, entretenimento, lazer, áudio, rádio, música, promocoes, canais, noticias, Streaming, Enquetes, Noticias,mp3,Blog, Eventos, Propaganda, Anuncie, Computador, Diversão e Arte, Internet, Jogos, Rádios e TVs, Tempo e Trânsito, �ltimas Notícias, informação, notícia, cultura, entretenimento, lazer, opinião, análise, jogos, Bandas, Banda, Novos Talentos, televisão, arte, som, áudio, rádio, Música, música, Rádio E TV, Propaganda, Entretenimento, Webradio, CD