Seja bem vindo ao nosso site Rádio Educativa Vanguarda FM!

Saude
EDUCAÇÃO
ESPORTE
ANINCIE AQUI
SOCIEDADE
ANUCIE SITE

CIDADE DE UNIÃO

Trump diz que sanções à Coreia do Norte estão mantidas por enquanto

Após compromisso de Kim Jong-un com o fim da produção de armas nucleares, Trump se comprometeu a suspender os exercícios militares com Seul. Direitos humanos também foram discutidos durante encontro histórico em Singapura.

Publicada em 12/06/18 às 18:50h - 141 visualizações Rádio Educativa Vanguarda FM

Link da Notícia:
Compartilhe
   

Trump diz que sanções à Coreia do Norte estão mantidas por enquanto

Trump diz que sanções à Coreia do Norte estão mantidas por enquanto


O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nesta terça-feira (12) após o encontro com Kim Jong-un, que a Coreia do Norte "já está destruindo seus principais centros de testes nucleares", mas que as sanções econômicas serão mantidas por enquanto.

Durante este 1º encontro, em Singapura, os dois líderes assinaram um documento com o compromisso da Coreia do Norte com a desnuclearização completa da península coreana. O engajamento com o fim da produção de armas nucleares era uma condição imposta pelos EUA para a realização da histórica cúpula.

Esse compromisso já consta na Declaração de Panmunjon, assinada após o encontro de líderes das duas Coreias, em abril. No entanto, os dois acordos não estabelecem metas ou detalhes de como a decisão será colocada em prática para que o abandono da produção seja feito de forma completa, irreversível e verificável, como pedem os Estados Unidos.

O Presidente Donald J. Trump e líder norte-Coreano Kim Jong un, caminham juntos para a reunião bilateral expandida, terça-feira, 12 de junho de 2018, no Hotel Capella em Singapura. (foto oficial da casa branca por shealah craighead)

Em 2017 e no início de 2018, o Conselho de Segurança da ONU impôs sanções econômicas contra a Coreia do Norte, visando setores como do ferro, carvão, pesca, têxtil, do petróleo e derivados. As medidas restritivas, amplamente defendidas por Washington, foram aprovadas com o objetivo de pressionar Pyongyang a reduzir seus programas nuclear e armamentista.

Nesta terça, Trump afirmou que vai pressionar a Coreia do Norte a abandonar a produção de armas nucleares o mais rápido que puder, mas reconheceu que esse processo pode levar um tempo.

Trump disse que as sanções serão removidas "quando tivermos certeza de que as armas nucleares não são mais um fator [de risco]". "Eu realmente estou ansioso para retirá-las [as sanções]", garantiu.

'Jogos de guerra'

O presidente americano também anunciou a suspensão dos "jogos de guerra" na península coreana, fazendo referência aos exercícios militares feitos pelos EUA em conjunto com a Coreia do Sul. A Coreia do Norte considera as manobras militares uma provocação.

Na avaliação de Trump, as manobras são caras e se tornaram inapropriadas face à nova relação estabelecida pelos Estados Unidos com a Coreia do Norte.

Até o momento, as forças de segurança dos EUA na Coreia do Sul não receberam uma orientação formal para a suspensão dos exercícios militares conjuntos, de acordo com Reuters, citando um comunicado da tenente-coronel Jennifer Lovett.

Trump disse que espera eventualmente retirar as forças dos EUA da Coreia do Sul, mas disse que essa medida não está sendo discutida no momento. Atualmente, 28 mil soldados americanos estão no país.

"Eu quero retirar os nossos soldados. Quero trazer nossos soldados de volta para casa. Mas isso não faz parte da equação agora. Espero que isso eventualmente aconteça", afirmou.

O Presidente Donald J. Trump e líder norte-Coreano Kim Jong un, participam da  reunião bilateral, terça-feira, 12 de junho de 2018, no Hotel Capella em Singapura. (foto oficial da casa branca por shealah craighead)

Na avaliação do chefe de estado americano, as negociações com Kim foram "francas, diretas e produtivas".

O presidente americano afirmou que Kim aceitou o seu convite para visitar a Casa Branca e que ele pretende visitar Pyongyang "em um certo momento".

Direitos humanos

Trump ainda afirmou que abordou a questão dos direitos humanos durante o encontro. "Nós discutimos e discutiremos mais no futuro."

Em especial o caso do estudante americano Otto Warmbier, que morreu após ter ficado preso na Coreia do Norte. "Foi uma coisa terrível, brutal. Otto foi alguém que não morreu em vão", afirmou.

Encontro

O documento assinado por Trump e Kim possui quatro pontos:

EUA e Coreia do Norte se comprometem a estabelecer relações de acordo com o desejo de seus povos pela paz e prosperidade;

Os dois países irão unir seus esforços para construir um regime de paz estável e duradouro na península coreana;

Reafirmando a Declaração de Panmunjon, de 27 de abril de 2018, a Coreia do Norte se compromete a trabalhar em direção à completa desnuclearização da península coreana;

Os EUA e a Coreia do Norte se comprometem a recuperar os restos mortais de prisioneiros de guerra, incluindo a imediata repatriação daqueles já identificados.

Encontro inédito

Pela primeira vez na história, líderes dos Estados Unidos e da Coreia do Norte se encontraram pessoalmente para tentar chegar a um consenso sobre o desmonte do programa nuclear e balístico da fechada ditadura comunista.

Os dois tiveram um primeiro encontro privado e depois promoveram uma reunião ao lado de seus assessores. Em seguida, participaram de um almoço ao lado de suas respectivas comitivas.

O Presidente Donald J. Trump e líder norte-Coreano Kim Jong un, apertam as mãos em encontro pela primeira vez, terça-feira, 12 de junho de 2018, no Hotel Capella em Singapura. (foto oficial da casa branca por shealah craighead)

Após este evento, os dois líderes caminharam juntos e Trump, em uma breve declaração a jornalistas, disse que o encontro estava sendo "melhor do que qualquer um poderia esperar".

Em seguida, ele mostrou sua limusine ao norte-coreano e manteve o que pareceu ser uma conversa bastante amistosa durante alguns minutos, antes de os dois se separarem e seguirem em direções opostas. Eles se reencontraram depois na sala onde assinaram a declaração.

O local do encontro foi o luxuoso hotel Capella, na ilha de Sentosa, famosa por suas praias turísticas e seus campos de golfe espetaculares. Singapura designou partes de sua região central como uma "zona especial", onde os procedimentos de segurança estão mais rigorosos. O espaço aéreo sobre a rica cidade-Estado está temporariamente restrito durante partes dos dias 11, 12 e 13 de junho.

Superando obstáculos

Quando se sentou ao lado de Kim pela primeira vez, Trump disse ter esperança de que a cúpula seria "tremendamente bem-sucedida". "Teremos um ótimo relacionamento pela frente", acrescentou. O ditador norte-coreano disse em seguida que havia enfrentado uma série de "obstáculos" para o encontro. "Nós superamos todos eles e estamos aqui hoje", disse a repórteres, por meio de um tradutor.

A reunião teve como tema o fim do programa de armas nucleares e balísticas da Coreia do Norte, cujas ambições têm sido uma fonte de tensão há décadas. Além do encontro de Trump e Kim, estavam previstas diversas reuniões entre representantes dos dois países ao longo de cinco dias.

Antes do diálogo, provocações

O inédito encontro entre os líderes dos Estados Unidos e da Coreia do Norte ocorre, paradoxalmente, poucos meses depois do acirramento das tensões entre os dois países.

Somente em 2017, primeiro ano de Trump na Casa Branca, os norte-coreanos lançaram 23 mísseis. Em um deles, em novembro, a Coreia do Norte anunciou ter testado um projétil capaz de alcançar "todo o território dos Estados Unidos", segundo a emissora de TV estatal KCTV.

Em resposta, Trump anunciou sanções contra 56 empresas da Coreia do Norte, que, segundo ele, significavam "as mais importantes" já impostas a Pyongyang.

Trump também usou o Twitter para rebater as ações e os discursos de Kim Jong-un. Após o ditador da Coreia do Norte dizer que tem sempre à mesa um botão nuclear, o presidente dos Estados Unidos rebateu: "Eu também tenho um botão nuclear, mas é um muito maior e mais poderoso que o dele. E o meu botão funciona!"

Fonte: G1




ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








WhatsApp 86994738001
Locutores
EDIVALDO RODRIGUES
CAMARA DE UNIÃO
CÃMARA DE MIGUEL ALVES
ADRIANA MORAIS
POVINO CARDOSO
SALVADOR OLIVEIRA
A VOZ DO BRASIL
PROSA RURAL
FCO SAMPAIO E TOMAZ BARBOSA
DANIEL CARDOSO
HORA DA AVE MARIA
REGINALDO CONCEIÇÃO
ALDO MELO
SANTA MISSA EM SUA CASA
SONS DA VANGUARDA
Nenhuma programação cadastrada
para esse horário
Hora Certa

VIDEOS SOBRE SAÚDE
Bate Papo

Digite seu NOME:

Notícias Atualizadas
Ministro do Turismo visita obras na Catedral São Pedro da Alcântara que serão inauguradas nesta sexta em Petrópolis
'ExpoAmazônia 2022' tem início em Manaus com intuito de fomentar bioeconomia e biotecnologia na região
Dez morrem em prédio de apartamentos em Odessa atingido por disparo de míssil russo
?Se ficar impune, vai abrir margem pra outros abusadores?, diz vítima do 'Doutor Bacana'; tenente-coronel é acusado de crimes sexuais
Servidor da Funasa tem celular apreendido em operação da PF no AM; órgão diz que não é investigado
20 anos sem Chico Xavier: saiba como doutrina espírita chegou e virou tradição em Franca, SP
MP vê ?violação ao princípio da moralidade? e pede para TCU investigar ex-presidente da Caixa
Período do vazio sanitário da soja começa nesta sexta-feira (1º) no Tocantins
Resumo do dia: Paraná, quinta-feira, 30 de junho de 2022
Peça sua Música

Pedir

marly

teresina

sou fã ...

helemilton

teresina

Paulinho paixão ...

gilvangilvandasilvasantos3@gmail.com

de união

toca uma bem boa pra tomar Toinho ...

ferdinan Fernandes batalha

Rio de janeiro

barto galeno...

ANTONIO IRISVALDO OLIVEIRA Pinho

Teresina

Música do Toinho do arocha ...

Maria José

são Bernardo do campo SP

bom dia gostaria de ouvir o louvor 84 obrigado ...

Estatísticas

Visitas: 1563481

Usuários Online: 8

Rádio Vanguarda Educativa FM - Rua 10 de Novembro S/N P- Centro Empresarial Maria Amélia do Rego Motta - centro - União-PI - Fone: (86) 3265-1144
Copyright (c) 2022 - Rádio Educativa Vanguarda FM - Todos os direitos reservados
Converse conosco pelo Whatsapp!
site, tv, videos, video, radio online, radio, radio ao vivo, radio matutos, internet radio, webradio, online radio, ao vivo, musica, shows, top 10, music, entretenimento, lazer, áudio, rádio, música, promocoes, canais, noticias, Streaming, Enquetes, Noticias,mp3,Blog, Eventos, Propaganda, Anuncie, Computador, Diversão e Arte, Internet, Jogos, Rádios e TVs, Tempo e Trânsito, Últimas Notícias, informação, notícia, cultura, entretenimento, lazer, opinião, análise, jogos, Bandas, Banda, Novos Talentos, televisão, arte, som, áudio, rádio, Música, música, Rádio E TV, Propaganda, Entretenimento, Webradio, CD